Pular para o conteúdo principal

DESTAQUE SOCIAL: A DOCE JUVENTUDE DE VICTÓRIA VALIATI

Nascida em 12 de maio de 1998, Victoria Valiati é filha de duas tradicionais famílias da sociedade iguaçuense. Como todos do mundo atual, aguarda este momento de pandemia passar, para voltar ao seu curso de Medicina, numa das mais renomadas faculdades do Paraguai. Seus dias atuais ainda é dedicado aos estudos, pois apesar de não estar tendo as aulas presenciais, a entidade educacional da qual participa está constantemente envolvendo seus alunos em aulas e pesquisas relacionadas ao curso, o que a mantém sempre empolgada com a medicina, profissão que a encanta mais e mais.

Antes de decidir pela medicina, chegou a iniciar o curso de arquitetura, porque acreditava esta seria a sua profissão. Frequentou este curso por cerca de um ano e meio, mas ao final, chegou a conclusão que esta não era a profissão que buscava para si. 

"Medicina era um sonho guardado, meu. Como eu fiz o ensino médio fora do Brasil, eu teria que fazer muitos anos de cursinho para entrar em alguma faculdade no Brasil. Como o curso de medicina já tem a duração de 6 anos, mais o tempo da especialização, que pode ser de até mais 5 anos, eu deixei de lado este sonho, num primeiro momento. 

"...as quando meu irmão começou a fazer medicina no Paraguai, eu vi que estava deixando o que eu realmente querida de lado, sendo que o Paraguai está logo ali, minha família tem negócios ali, e esta seria uma grande oportunidade pra eu fazer a faculdade, depois fazer a prova do revalida e assim poder clinicar no Brasil..."

"...Quando as aulas começaram, eu me senti melhor do que nunca, amei todas as matérias, sinto que nasci pra isso. As matérias são extensas e requerem muita dedicação, mas quando me imagino no futuro acordando todos os dias e indo ajudar ou até salvar uma vida, me sinto muito motivada, encontrei meu propósito.As áreas da cirurgia me fascinam muito, mas ainda estou no segundo ano, tenho muita coisa pra aprender ainda. Diversas áreas me interessam, então vou esperar mais alguns anos pra começar a pensar em alguma especialização...."

E como ninguém é de ferro, e uma mente sã precisa de um corpo são para funcionar, ela se dedica também à prática de dança contemporânea, quando tem aqui a oportunidade de se expressar através da arte. 

"A dança contemporânea é a algo que transformou a minha vida. É uma dança que exige muito contato com o solo e também contato com outros dançarinos, havendo assim uma grande troca de energia. A dança expressa os nossos sentimentos, independente se são bons ou ruins. No meu ponto de vista, é uma representação de tudo o que nós seres humanos vivemos, sentimos, superamos. Não danço há tanto tempo, mas desde que iniciei, minha energia e minha disposição melhoraram muito. Ainda estou na fase inicial, falta mais pratica, mas tenho dedicado cada vez mais tempo e me sinto realizada com esta prática..."

Adora também a culinária, e esta prática é uma verdadeira terapia para ela e, por isto mesmo, passa horas desenvolvendo pratos variados, para a alegria de todos, que se deliciam com os resultados deste seu outro hobby.

"O que eu mais gosto de cozinhar são massas e proteínas, desde pequena “cresci” na cozinha vendo meus pais cozinhar, eles sempre me ensinavam e acabei criando uma paixão pela cozinha"

Victória Valiati curte ouvir e tocar música eletrônica, e tem o estilo próprio demonstrado em algumas composições de sua autoria, e por algum tempo era o nome indicado para animar as festas da família, e levou sua playlist até para alguns eventos maiores,  Mas considera que hoje este momento já passou em sua vida. 
Victória Valiati, by Foz em Destaque...

Mas um hobby que ainda está bem presente em sua vida é a fotografia: dona de um bom gosto e personalidade que a faz destaque desde os primórdios de sua infância, hoje, é uma mulher que ama a si mesmo e adora conjugar visuais, penteados, looks, descobrir ângulos, para a felicidade de seu público, que a cada postagem não deixa de deixar seu like e muitas vezes, o comentário contando o que achou desta ou daquela foto surgida de algum destes momentos...

Postagens mais visitadas deste blog

Amigas de Das Graças promovem rifa de jóias em apoio ao trabalho e memória da colunista social e fotógrafa

Tudo começou ainda durante a pandemia. Com os trabalhos do filho Marco Antonio pautados em eventos e turismo, as dificuldades claro bateram na porta, e além da venda de um dos automóveis que a família tinha, algo mais precisava ser feito para quitar os compromissos e dívidas inerentes de um ano praticamente sem trabalho, em casa, Das Graças e seu filho Marco. Este grupo de amigas conta que mesmo em vida, Das Graças pensava em usar as joias para ajudar nas despesas domésticas e de saúde. No entanto, a saúde da colunista se agravou e sobreveio o internamento e a cirurgia.  Pensando em se desfazer de alguma forma de peças de joias que tinha enquanto presente nas festas de nossa sociedade, Das Graças acionou sua estimada amiga, Sílvia Rodrigues, para que a ajudasse na empreitada, o que foi de pronto atendida.  As joias -  As três peças que serão rifadas, eram relíquias da família  que ela ostentava nas grandes festas da sociedade que participava, ao longo da gloriosa carreira de colunismo

COLUNA SOCIAL Foz em Destaque - Edição CLXXX

DESTAQUE DO DIA

Postagens COLUNA SOCIAL - Edição CXCI

DESTAQUE DO DIA