Pular para o conteúdo principal

ITAIPU FINANCIA TAPUMES DE OBRAS COM MENSAGENS DE GENTILEZA

Iniciativa vai colorir parte da cidade e garantir emprego para grafiteiros. Projeto-piloto começou pelo Gramadão, na segunda-feira (22)

Foto: Sara Cheida / Itaipu Binacional

A população de Foz do Iguaçu será abraçada por um projeto-piloto, que vai colorir com grafitagem os 800 metros de tapumes metálicos instalados em torno da revitalização do Gramadão da Vila A, de Itaipu. O tema não poderia ser mais apropriado para esse momento tão delicado: “Gentilezas Urbanas”.

“Dentro do conceito de gentilezas urbanas, a temática dos desenhos será uma mistura do cotidiano do Gramadão, com crianças brincando, soltando pipa, tomando tererê, além de frases que geram gentilezas, retratando a natureza local”, explica a coordenadora e produtora do projeto Yoná Castilho, da Cia de Teatro Amadeus.

Os primeiros traços da grafitagem começaram a ser feitos na manhã da segunda-feira (22), nos tapumes voltados para a Avenida Silvio Américo Sasdelli. O prazo é de 30 dias, a partir da ordem de serviço emitida pelas Assessoria de Comunicação Social e de Turismo da Itaipu. O grafite também vai colorir os tapumes na Avenida Paraná e na Rua Perdigão. O projeto deve ganhar corpo nos próximos dias.

“Vou trabalhar com letreiros com algumas palavras que podem melhorar o cotidiano das pessoas, como ‘amor’, ‘fé’, ‘respeito’, ‘solidariedade’”, explica a grafiteira Victoria Budel, que tem experiência de cinco anos na arte.

 “A comunidade sente falta do Gramadão, por isso, enquanto não podem utilizar o espaço de lazer, vão poder apreciar uma exposição de arte a céu aberto", completou.

Foto: Sara Cheida / Itaipu Binacional

Enquanto Victória escreve palavras positivas, outro grafiteiro, Davi Souza, é o responsável pelos desenhos.

“Vamos mostrar a molecada soltando pipa, jogando bola ou curtindo um violão, como é o cotidiano do Gramadão”, afirmou.

Gentilezas Urbanas

Foto: Sara Cheida / Itaipu Binacional

A ideia da grafitagem com o tema Gentilezas Urbanas nasceu ainda no final do ano passado, numa tentativa de ajudar profissionais que perderam empregos em decorrência dos problemas econômicos e sociais provocados pela Covid-19. Pouco a pouco, Itaipu buscou alternativas para diminuir esse impacto, com uma espécie de força-tarefa do bem.
Além das obras, inciativas e ações de Itaipu de pequeno, médio e grande portes, que geram oportunidades de trabalho, a proposta era aliar embelezamento desses tapumes à geração de empregos. A ação vai beneficiar cerca de 100 pessoas.
As obras de Itaipu, com investimentos na ordem de R$ 2,5 bilhões, geram mais de 2 mil empregos no total. Em 2020, a usina fez vários convênios para ajudar, de forma emergencial, categorias afetadas pela pandemia. Entre eles estão o Programa Capacita Guias, que garantiu bolsa-auxílio de R$ 450 para 150 guias de turismo, durante três meses, e uma live solidária que arrecadou R$ 80 mil para profissionais do setor. Os auxílios eventuais beneficiaram mais de 60 mil pessoas em situação vulnerável, com aportes de R$ 50 milhões.

Fonte: Imprensa Itaipu.

Postagens mais visitadas deste blog

Amigas de Das Graças promovem rifa de jóias em apoio ao trabalho e memória da colunista social e fotógrafa

Tudo começou ainda durante a pandemia. Com os trabalhos do filho Marco Antonio pautados em eventos e turismo, as dificuldades claro bateram na porta, e além da venda de um dos automóveis que a família tinha, algo mais precisava ser feito para quitar os compromissos e dívidas inerentes de um ano praticamente sem trabalho, em casa, Das Graças e seu filho Marco. Este grupo de amigas conta que mesmo em vida, Das Graças pensava em usar as joias para ajudar nas despesas domésticas e de saúde. No entanto, a saúde da colunista se agravou e sobreveio o internamento e a cirurgia.  Pensando em se desfazer de alguma forma de peças de joias que tinha enquanto presente nas festas de nossa sociedade, Das Graças acionou sua estimada amiga, Sílvia Rodrigues, para que a ajudasse na empreitada, o que foi de pronto atendida.  As joias -  As três peças que serão rifadas, eram relíquias da família  que ela ostentava nas grandes festas da sociedade que participava, ao longo da gloriosa carreira de colunismo

COLUNA SOCIAL Foz em Destaque - Edição CLXXX

DESTAQUE DO DIA

Postagens COLUNA SOCIAL - Edição CXCI

DESTAQUE DO DIA