Pular para o conteúdo principal

EMPREENDEDORA CADEIRANTE ENCONTRA OPORTUNIDADE COM EMPRESA INCUBADA NO PTI

A Facilitas oferece na internet produtos para pessoas com deficiência e mobilidade reduzida

O que um dia foi uma dificuldade para Ariane Rebeca Sehnem, com o apoio da Incubadora do Parque Tecnológico Itaipu (PTI) transformou-se em oportunidade de negócio. Cadeirante há 12 anos, ela só conseguia encontrar os produtos que precisava, como cadeira de rodas e acessórios, nos grandes centros comerciais. Assim surgiu a Facilitas, um comércio virtual destinado a pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. 
A Facilitas chegou à Incubadora do PTI apenas como ideia. Os sócios avaliaram a demanda por meio de enquetes e entrevistas com grupos de pessoas com deficiência, além de bases de dados do Governo Federal, e perceberam que o negócio era promissor: esse mercado, atualmente, tem um crescimento de 25% ao ano. 
Ariane explica que, entre os motivos desse aumento de procura, está o fato de que as pessoas com deficiência estão, cada vez mais, inseridas no mercado de trabalho e investindo em qualidade de vida. Só que mesmo na internet ainda é difícil encontrar produtos para esse público. A proposta da empresa, em funcionamento desde o final de 2016, tem tudo a ver com o nome: facilitar o dia a dia dessas pessoas, permitindo que elas escolham seus itens e modelos de preferência, comprem online e recebam em casa. “É muito mais comodidade e tranquilidade”, destaca a sócia. 
Entre os produtos oferecidos pela Facilitas estão cadeiras de rodas – manual e motorizada, adulto e infantil -, rodas, acessórios como encostos e rodas dianteiras e protetores de aro. Por enquanto, as vendas são feitas por meio da página da empresa no Facebook e via whatsapp e os produtos são enviados para todo o país. Mas, em breve, a Facilitas também terá uma plataforma virtual e, com isso, o portfólio de produtos deve aumentar. 
Mesmo que não tenham o produto em estoque, conta Ariane, os empreendedores buscam fornecedores ou indicam empresas conhecidas. “Hoje mesmo um cliente nos perguntou sobre um elevador de casa e nós indicamos um colega que faz esse trabalho”, afirma. 
Conheça os produtos da Facilitas pelo Facebook: https://www.facebook.com/facilitashop/, ou entre em contato pelo Whatsapp: (45) 99902-8421.

Apoio
O processo de incubação, conforme a sócia da Facilitas, foi o que moldou a empresa e a tornou empreendedora. “O apoio deles é fundamental para nos orientar e mostrar como realmente construir uma empresa”, destaca. 
Para o diretor superintendente do PTI, Jorge Augusto Callado, o suporte aos novos negócios fomenta um importante compromisso do Parque em promover o desenvolvimento das comunidades. “Estaremos em constante apoio aos ecossistemas de inovação que atendam à nossa vocação regional”, pontuou.

A Incubadora
A Incubadora Santos Dumont, parte do Programa de Desenvolvimento de Negócios do PTI, possui sede no Parque Tecnológico Itaipu e conta com duas filiais: uma na Uniamérica, em Foz do Iguaçu, para projetos específicos de alunos da faculdade, e outra em Marechal Cândido Rondon.
De 2006 até 2017, foram lançados 11 editais para incubação. Neste período, 56 empresas passaram pela Incubadora do Parque, gerando um faturamento de aproximadamente R$ 50 milhões.

Postagens mais visitadas deste blog

Amigas de Das Graças promovem rifa de jóias em apoio ao trabalho e memória da colunista social e fotógrafa

Tudo começou ainda durante a pandemia. Com os trabalhos do filho Marco Antonio pautados em eventos e turismo, as dificuldades claro bateram na porta, e além da venda de um dos automóveis que a família tinha, algo mais precisava ser feito para quitar os compromissos e dívidas inerentes de um ano praticamente sem trabalho, em casa, Das Graças e seu filho Marco. Este grupo de amigas conta que mesmo em vida, Das Graças pensava em usar as joias para ajudar nas despesas domésticas e de saúde. No entanto, a saúde da colunista se agravou e sobreveio o internamento e a cirurgia.  Pensando em se desfazer de alguma forma de peças de joias que tinha enquanto presente nas festas de nossa sociedade, Das Graças acionou sua estimada amiga, Sílvia Rodrigues, para que a ajudasse na empreitada, o que foi de pronto atendida.  As joias -  As três peças que serão rifadas, eram relíquias da família  que ela ostentava nas grandes festas da sociedade que participava, ao longo da gloriosa carreira de colunismo

COLUNA SOCIAL Foz em Destaque - Edição CLXXX

DESTAQUE DO DIA

Postagens COLUNA SOCIAL - Edição CXCI

DESTAQUE DO DIA