Pular para o conteúdo principal

COLUNA SOCIAL Foz em Destaque, Edição XLI

 COLUNA SOCIAL - Veiculada também no jornal diário GDIA

Editoria: DAS GRAÇAS
Redação: MARCO FREIRE

DESTAQUE

General Joaquim Silva e Luna é homenageado no dia do hasteamento do Pavilhão Nacional

(Coluna do dia 05 de Abril, Segunda-feira, de 2021)


"Enquanto houver vontade de lutar haverá esperança de vencer."
(Santo Agostinho)



Dia do Propagandista Farmacêutico
Dia dos Fabricantes de Materiais de Construção

Dia das Telecomunicações

A humanidade não conseguiria contar sua história sem a comunicação: sem a comunicação, não seria possível escrever nem ler esse texto, não haveria esse blog, ou qualquer outro, não existiriam: telefones, TVs, internet e quase tudo que você possa imaginar. et e conhecer todo o seu potencial.


Flávia Cristina Pagnoncelli Corrêa, advogada
 Dra Adriana Meneghetti, advogada
Dr. Osli De Souza MachadoProcurador na Prefeitura de Foz do Iguaçu,

 DR. OSLI DE SOUZA MACHADO , Procurador Geral do Município de Foz do Iguaçu.

Comemorando hoje, ERIKA YUKIE MURAKAMI , destaque da região trinacional.

MARIANE ALVES, sempre maravilhosa, colhendo rosa no jardim da vida.

EDUARDO OCAMPOS GARCIA, empresário do ramo imobiliário no Paraná Country Clube.

FERNANDA OLIVEIRA, aniversariante em destaque.


HASTEAMENTO DO PAVILHÃO NACIOAL E HOMENAGEM AO GENERAL SILVA E LUNA


A Bandeira Nacional recebe lugar de honra no Hospital Costa Cavalcanti. Antes do 1º hasteamento, o diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, general Joaquim Silva e Luna,  recebeu um certificado da diretoria do centro hospitalar pelo “excelente apoio prestado à instituição ao longo de sua trajetória na binacional”. 


Silva e Luna ainda recebeu uma Árvore da Vida, artesanato regional que lembra o refúgio de animais para a vegetação, durante a formação do reservatório da usina, e o resgate dos mesmos pelas equipes da Itaipu. 

Postagens mais visitadas deste blog

Amigas de Das Graças promovem rifa de jóias em apoio ao trabalho e memória da colunista social e fotógrafa

Tudo começou ainda durante a pandemia. Com os trabalhos do filho Marco Antonio pautados em eventos e turismo, as dificuldades claro bateram na porta, e além da venda de um dos automóveis que a família tinha, algo mais precisava ser feito para quitar os compromissos e dívidas inerentes de um ano praticamente sem trabalho, em casa, Das Graças e seu filho Marco. Este grupo de amigas conta que mesmo em vida, Das Graças pensava em usar as joias para ajudar nas despesas domésticas e de saúde. No entanto, a saúde da colunista se agravou e sobreveio o internamento e a cirurgia.  Pensando em se desfazer de alguma forma de peças de joias que tinha enquanto presente nas festas de nossa sociedade, Das Graças acionou sua estimada amiga, Sílvia Rodrigues, para que a ajudasse na empreitada, o que foi de pronto atendida.  As joias -  As três peças que serão rifadas, eram relíquias da família  que ela ostentava nas grandes festas da sociedade que participava, ao longo da gloriosa carreira de colunismo

COLUNA SOCIAL Foz em Destaque - Edição CLXXX

DESTAQUE DO DIA

Postagens COLUNA SOCIAL - Edição CXCI

DESTAQUE DO DIA