Pular para o conteúdo principal

AGÊNCIA BP2 COMUNICAÇÃO E MARKETING COMEMORA 2 ANOS FIRMANDO-SE COMO REFERÊNCIA

Um verdadeiro “case” de sucesso, como se diz no jargão publicitário
Bianca Portela, fundadora da BP2, comemorando as muitas realizações de 2 anos de história.

A Agência BP2 tem motivos de sobra para comemorar.
Quando em 2018 Bianca Portela decidiu apostar na força do mercado trinacional, trazendo uma agência de publicidade e propaganda que definisse um novo conceito de comunicação, ela sabia que teria muito trabalho pela frente.
Dina Oro, no carro chefe das importantes parcerias que a BP2 amealhou durante sua trajetória de sucesso.

Desde o começo de seu trabalho, Bianca sempre apostou na capacidade dos profissionais da área dentro da agência, e assim trouxe importantes nomes para o seu lado. A receita deu mais que certo, e a gente hoje sabe que a BP2 possuí um conjunto de profissionais especializados em diferentes áreas e que juntos oferecem uma qualidade excepcional para a comunicação e estratégia de marketing para as empresas.


E acertou em cheio: vivendo a princípio a necessidade de fazer com que o mercado enxergasse a importância do profissional da propaganda, a BP2 já teve de deixar de atender bons clientes por conta de estes não atenderem aos critérios estabelecidos pelo padrão da agência. 


Mas os que apostaram na capacidade de um bom trabalho de marketing e propaganda em sua empresa, marca ou propaganda, hoje comemoram os resultados obtidos com o trabalho da BP2.


Com tudo isto acontecendo, o sucesso é uma constante, e mesmo neste momento de pandemia, a equipe BP2 sempre é capaz de enxergar um caminho de sucesso para os seus clientes, de todos os tamanhos, e dos mais variados segmentos.





Postagens mais visitadas deste blog

COLUNA SOCIAL Foz em Destaque - Edição CLXXI

  DESTAQUE DO DIA

Amigas de Das Graças promovem rifa de jóias em apoio ao trabalho e memória da colunista social e fotógrafa

Tudo começou ainda durante a pandemia. Com os trabalhos do filho Marco Antonio pautados em eventos e turismo, as dificuldades claro bateram na porta, e além da venda de um dos automóveis que a família tinha, algo mais precisava ser feito para quitar os compromissos e dívidas inerentes de um ano praticamente sem trabalho, em casa, Das Graças e seu filho Marco. Este grupo de amigas conta que mesmo em vida, Das Graças pensava em usar as joias para ajudar nas despesas domésticas e de saúde. No entanto, a saúde da colunista se agravou e sobreveio o internamento e a cirurgia.  Pensando em se desfazer de alguma forma de peças de joias que tinha enquanto presente nas festas de nossa sociedade, Das Graças acionou sua estimada amiga, Sílvia Rodrigues, para que a ajudasse na empreitada, o que foi de pronto atendida.  As joias -  As três peças que serão rifadas, eram relíquias da família  que ela ostentava nas grandes festas da sociedade que participava, ao longo da gloriosa carreira de colunismo

COLUNA SOCIAL Foz em Destaque - Edição CLXXVIII

DESTAQUE DO DIA Aniversários