Pular para o conteúdo principal

INSTITUTO MENINOS DO LAGO (IMEL) CONQUISTA OURO NO CAMPEONATO BRASILEIRO DE CANOAGEM SLALOM

Os principais nomes da canoagem slalom no Brasil confirmaram o favoritismo e levaram o ouro no Campeonato Brasileiro da modalidade, neste domingo (14), no Canal Itaipu, em Foz do Iguaçu. Também não houve surpresa na disputa entre as equipes: o Instituto Meninos do Lago (Imel) – que vem dominando as competições nacionais nos últimos anos e representa os atletas de Foz – foi a associação campeã, com o triplo da pontuação da segunda colocada. Ao todo, 93 atletas de sete equipes de várias partes do País participaram de 15 provas desde o inicio do evento, na terça-feira (9).

Representante do Imel e favorita entre as mulheres, Ana Sátila (ao centro) competiu no K1 (caiaque individual) e C1 (canoa individual) Feminino Sênior e venceu ambas. “Foram três dias longos, com duas descidas por categoria, ou seja, desci quatro vezes por dia. Cansa, mas vale a pena”, disse. Ao seu lado, no pódio do C1 estava sua irmã, Omira Estácia. O bronze ficou com Marina Souza. No K1, as três estiveram novamente no pódio, com uma diferença: Marina foi prata e Omira, bronze. 

Invicto há nove anos no K1 do Campeonato Brasileiro, Pedro Gonçalves, o Pepê (ao centro de cinza), também não deu chance para os adversários. “Por ser o favorito, tenho que mostrar o melhor a cada dia, a cada hora. Foi uma das provas mais difíceis do ano e estou muito feliz com esse resultado”, afirmou o atleta representante da Associação Pirajuense de Esportes Náuticos (Apen). A prata ficou com Fábio Rodrigues (Imel) e o bronze com Guilherme Mapelli, da equipe Asteca, de Três Coroas (RS).


Revelado pelo projeto social Meninos do Lago, o iguaçuense Felipe Borges – que já foi campeão pan-americano e disputou a Olimpíada do Rio de Janeiro em 2016 – conquistou com tranquilidade o primeiro lugar no C1 Masculino Sênior.

Para ele, o nível da competição no Canal Itaipu mostrou que a canoa brasileira está cada vez melhor. “Meu desempenho foi muito bom e acho que mostramos que devemos também competir internacionalmente", ressaltou. Thiago Serra, em segundo, e Denis Quellis, em terceiro, ambos da Associação de Canoagem de Piracicaba (Ascapi), de Piracicaba (SP), completaram o pódio.

Confira o resultado completo de todas as provas no link:

http://www.canoagem.org.br/arquivos/resultados_arquivos/3256-20181014_-_brasileiro_e_seletiva_3-14-10-2018-15-55-28.pdf

Seletiva Nacional
Paralelamente ao Campeonato Brasileiro também houve a seletiva para definir os atletas que representarão o Brasil nas competições internacionais de 2019. Foi a primeira etapa da Seletiva Nacional, que ainda terá outra etapa, no início do ano que vem. Confira a lista completa no links abaixo.

Seletiva 1
http://www.canoagem.org.br/arquivos/resultados_arquivos/3252-20181011_-_seletiva_1-11-10-2018-17-48-48.pdf

Seletiva 2
http://www.canoagem.org.br/arquivos/resultados_arquivos/3254-20181013_-_seletiva_2-13-10-2018-17-16-17.pdf

Resultado entre as associações
O Instituto Meninos do Lago (Imel) encerrou o Campeonato Brasileiro com 3.100 pontos. Em segundo, com 925 pontos, uma surpresa: a Itiquira Canoagem Clube (Icac), do Mato Grosso (MT). O resultado foi comemorado pela associação mato-grossense, pois foi a primeira vez que ela superou a Associação Pirajuense de Esportes Náuticos (Apen), de Piraju (SP), a terceira colocada, com 883 pontos.

Confira os resultados completo das associações:
http://www.canoagem.org.br/arquivos/resultados_arquivos/3259-20181014_-_pontuacao_final-14-10-2018-15-56-25.pdf


*O projeto Meninos do Lago
Boa parte dos atletas que estiveram no Campeonato Brasileiro de Canoagem Slalom encerrado neste domingo deram as primeiras remadas no Canal Itaipu, como participantes do Projeto Meninos do Lago – patrocinado pela Itaipu Binacional e desenvolvido em parceria com a Prefeitura de Foz do Iguaçu e a Federação Paranaense de Canoagem (Fepacan).  

Por ele, desde 2009 alunos de escolas públicas de Foz do Iguaçu aprendem a modalidade no contraturno escolar, em aulas realizadas no Canal Itaipu, dentro da usina, sob supervisão da Fepacan.  A iniciativa logo se se transformou no "projeto modelo" da Confederação Brasileira de Canoagem em função dos bons resultados e da inovadora metodologia de trabalho. Hoje, é considerada a melhor escola de canoagem slalom do País. Em março deste ano a Itaipu anunciou a ampliação do projeto, passando de 100 atletas atendidos para 600 nos próximos cinco anos.

As conquistas na água fizeram com que os atletas de Foz do Iguaçu adquirissem o direito a participar do Programa Bolsa Atleta, auxílio do governo federal voltado aos atletas de alto rendimento que obtêm bons resultados em competições nacionais e internacionais de sua modalidade. Como o regulamento exige que os atletas estejam filiados a uma entidade de prática desportiva (associação ou clube), a Fepacan promoveu a fundação do instituto que leva o mesmo nome do projeto: o Imel. Hoje, o Imel representa os atletas do projeto e demais canoístas de Foz do Iguaçu – inclusive os integrantes da seleção brasileira permanente, que tem sede na cidade. O Imel vem dominando o Ranking Nacional da Confederação Brasileira de Canoagem desde o ano de 2010.


___
Crédito Texto: Cláudio Miranda Fotos: Nilton Rolin/Itaipu Binacional.

Postagens mais visitadas deste blog

COLUNA SOCIAL - Edição CCXXI

DESTAQUE DO DIA A aniversariante...

COLUNA SOCIAL - Edição CCIX

DESTAQUE DO DIA

COLUNA SOCIAL - Edição CCXVII

DESTAQUE DO DIA