Pular para o conteúdo principal

Exposição Múltiplo Leminski faz Itaipu bater recorde de visitação mensal

     Em julho, o total de visitantes às atrações da usina chegou a 80.168 pessoas, o melhor resultado para um único mês desde que foi implantado o novo modelo de gestão para o setor, em 2007.

    

Exposição Multiplo Leminski por TVFozemDestaque no Videolog.tv.


  A Exposição Múltiplo Leminski, sobre o poeta curitibano Paulo Leminski, em cartaz até o dia 20 de outubro, no Ecomuseu, em Foz do Iguaçu, levou o turismo de Itaipu a bater um novo recorde. A mostra foi aberta ao público no dia 12 de julho.
      No balanço de julho, o total de visitantes às atrações da usina chegou a 80.168 pessoas. Foi o melhor resultado para um único mês desde que foi implantado o novo modelo de gestão para o setor e se passou a cobrar entrada para os atrativos turísticos da usina, em 2007.
      O recorde anterior era de janeiro deste ano, também período de férias escolares, com um total de 60.335 turistas.
      Na comparação com julho do ano passado, quando visitaram Itaipu 51.734 pessoas, o número é 54,96% superior.
      Somente a exposição de Leminski atraiu no último mês 28.110 pessoas, equivalente a 35% e toda a visitação da usina no período.Em janeiro de 2013 a visitação ao Ecomuseu foi de apenas 5.945 pessoas (9,8% do total).
      No acumulado do ano, o balanço também é positivo. De janeiro a julho,
a usina recebeu 296.180 visitantes, volume 11,22% superior ao registrado no
mesmo período do ano passado (266.296 pessoas).
      “O resultado de julho foi surpreendente, considerando o fluxo de turistas ao Destino Iguaçu, porque a previsão para este ano não era tão favorecida na comparação com o ano passado”, disse a gerente do Complexo Turístico Itaipu, Jurema Fernandes.
      Segundo ela, a ampla divulgação da mostra sobre o artista curitibano fortaleceu o interesse dos visitantes. “Não apenas os turistas de fora da cidade, mas, sobretudo, os moradores da região”, avaliou.
      Outra razão para o sucesso da exposição, segundo Jurema, foi uma ação específica do complexo turístico: até outubro, quem comprar entradas para a Visita Panorâmica ou o Circuito Especial pode visitar a mostra de Leminski de graça e com transporte garantido desde o Centro de Recepção de Visitantes (CRV).
      Vale lembrar que os moradores lindeiros e da região trinacional já não pagam, desde abril do ano passado, para conhecer os atrativos de Itaipu.
      Jurema Fernandes acrescentou que, devido ao sucesso da exposição de Leminski, o complexo turístico vai avaliar a possibilidade de novas promoções similares. “O Ecomuseu é um espaço da comunidade e ações como essa fortalecem o atrativo e contribuem para a cultura da cidade”, afirmou.
      Outras atrações
      Também compõem os atrativos turísticos de Itaipu a Visita Panorâmica (a mais procurada), o Circuito Especial (mais completo), o Test Drive Veículo Elétrico, o Polo Astronômico, o Refúgio Biológico Bela Vista e a Iluminação da Barragem.
      Mais informações sobre o turismo em Itaipu e compra de ingressos antecipados podem ser obtidas pelo telefone 0800-645-4645 ou no site do Complexo Turístico (www.turismoitaipu.com.br).
      Serviço      De 12 de julho a 20 de outubro de 2013
      Local: Ecomuseu de Itaipu. Avenida Tancredo Neves, 6001
      Telefone 0800 645-4645 / fax (45) 3520-6398 / reservas@turismoitaipu.com.br
      Horário: de terça a domingo, das 8h às 16h30.
      Exposição Múltiplo Leminski

Postagens mais visitadas deste blog

COLUNA SOCIAL Foz em Destaque - Edição CLXXI

  DESTAQUE DO DIA

Amigas de Das Graças promovem rifa de jóias em apoio ao trabalho e memória da colunista social e fotógrafa

Tudo começou ainda durante a pandemia. Com os trabalhos do filho Marco Antonio pautados em eventos e turismo, as dificuldades claro bateram na porta, e além da venda de um dos automóveis que a família tinha, algo mais precisava ser feito para quitar os compromissos e dívidas inerentes de um ano praticamente sem trabalho, em casa, Das Graças e seu filho Marco. Este grupo de amigas conta que mesmo em vida, Das Graças pensava em usar as joias para ajudar nas despesas domésticas e de saúde. No entanto, a saúde da colunista se agravou e sobreveio o internamento e a cirurgia.  Pensando em se desfazer de alguma forma de peças de joias que tinha enquanto presente nas festas de nossa sociedade, Das Graças acionou sua estimada amiga, Sílvia Rodrigues, para que a ajudasse na empreitada, o que foi de pronto atendida.  As joias -  As três peças que serão rifadas, eram relíquias da família  que ela ostentava nas grandes festas da sociedade que participava, ao longo da gloriosa carreira de colunismo

COLUNA SOCIAL Foz em Destaque - Edição CLXXVIII

DESTAQUE DO DIA Aniversários