Pular para o conteúdo principal

Exposição Múltiplo Leminski é aberta no Ecomuseu de Itaipu

Aplauso para a poesia:



Também foi aberta a mostra Arqueologia em Linhas de Transmissão – Memória e Energia no Oeste do Paraná. Ambas as exposições ficarão abertas até o dia 20 de outubro.

O Ecomuseu de Itaipu, em Foz do Iguaçu, nunca esteve tão poético e irreverente como na noite desta quinta-feira (11), quando foi aberta a Exposição Múltiplo Leminski, sobre o poeta, escritor e jornalista curitibano Paulo Leminski. A cerimônia teve a presença de diretores de Itaipu, empregados da empresa, autoridades, empresários, professores, artistas e amantes da poesia.
Também foi aberta a mostra Arqueologia em Linhas de Transmissão – Memória e Energia no Oeste do Paraná. Ambas as exposições ficarão abertas até o dia 20 de outubro.
Após a abertura, o público foi convidado a visitar as mostras e a assistir ao pocket show de Estrela Leminski (filha de Paulo Leminski) e Téo Ruiz.

Inspirado
Na abertura da exposição, o diretor-geral brasileiro de Itaipu, Jorge Samek, citou uma das mais famosas poesias de Leminski. “Eu ontem tive a impressão que Deus quis falar comigo. Não lhe dei ouvidos. Quem sou eu para falar com Deus? Ele que cuide dos seus assuntos. Eu cuido dos meus”.
Para Jorge Samek, não poderia haver escolha melhor para abrir a nova fase do Ecomuseu, comemorar os 40 anos do Tratado de Itaipu e esperar a chegada do centenário de Foz do Iguaçu do que a Exposição Múltiplo Leminski. “Precisamos mexer com a cultura local. Apresentar a vida deste multitalentoso poeta no nosso Ecomuseu é um grande presente para a Itaipu e toda a cidade.”

Entre os mais
O diretor de Coordenação da binacional, Nelton Friedrich, disse que Múltiplo Leminski coloca o Ecomuseu entre os mais importantes museus do País. “No Niemeyer (MON), em Curitiba, foi a exposição mais visitada. Queremos repetir em Foz”, disse.
Para o empresário e presidente do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Foz do Iguaçu (Codefoz), Danilo Vendruscolo, a exposição colocará a cidade em um novo patamar cultural. “Este é o primeiro passo para termos um espaço cultural internacional”, disse. “Precisamos lembrar e mostrar às pessoas que cultura é vida. E esta exposição é vida.”

Novo olhar
Segundo a curadora e artista Alice Ruiz, a exposição é uma novidade. “Paulo tinha uma característica que não se encaixaria num museu, mas nas ruas. Esta exposição proporciona um novo olhar sobre um museu. Instiga o visitante. Exatamente um pouco do que a poesia proporciona às pessoas.”

 Itinerante
Múltiplo Leminski já esteve por oito meses no Museu Oscar Niemeyer (MON), onde a exposição sobre o polivalente poeta curitibano atraiu um grande público. Depois de Foz, a mostra seguirá para outras capitais. Já estão previstas as datas para a sua apresentação em Goiânia, Recife e Fortaleza, além de outras três cidades.

Arqueologia
Paralela à mostra de Leminski foi aberta também a exposição Arqueologia em Linhas de Transmissão – Memória e Energia no Oeste do Paraná. Ela apresenta imagens do oeste paranaense, muitas inéditas, inclusive de filmes de 1948. Os estudos do Museu Paranaense concentraram-se nesta região há mais de 20 anos, devido à realização de vários programas arqueológicos, muitos com a parceria da Copel e o apoio do Lactec.
A exposição apresenta uma grande linha do tempo, transportando um mosaico de aspectos relativos ao patrimônio e à memória do oeste do Paraná, com várias imagens inéditas, que evidenciam uma rica documentação relacionada às diferentes ocupações humanas na região, de 12 mil anos atrás até o século 20.

Minuto de silêncio
Antes da abertura das mostras, o público fez um minuto de silêncio em homenagem à Rosana Lemos Turmina, empregada Itaipu que faleceu há algumas semanas, vítima de câncer.

Promoção
De olho nos novos atrativos do Ecomuseu, o Complexo Turístico Itaipu (CTI) lançou uma promoção, válida de 12 de julho a 15 de outubro: os turistas que comprarem ingressos para a Visita Panorâmica ou Circuito Especial ganharão entradas para as exposições.
Durante os cem dias de exposição haverá transporte entre o Centro de Recepção de Visitantes (CRV) e o Ecomuseu às 9h40, 11h, 14h e 15h40.
O horário de atendimento do Ecomuseu é das 8h às 17h, de terça-feira a domingo. Os ingressos devem ser retirados no CRV.

Mais informações sobre a exposição no site www.turismoitaipu.com.br.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

COLUNA SOCIAL Foz em Destaque - Edição CXXIX

    DESTAQUE DO DIA

ALCEU VEZOZZO, fundador da Rede Bourbon, homenageado pela Associação Comercial do Paraná

O fundador da Rede Bourbon, Alceu Ântimo Vezozzo, recebeu a homenagem Cidadania ACP, da Associação Comercial do Paraná. O prêmio é concedido para cidadãos de reconhecida importância na sociedade paranaense e nacional. (Evento acontecido em Nov/2019) Premio - Homenagem ACP - Foto Jader Rocha Em seu discurso o presidente da ACP, Gláucio Geara, enalteceu as conquistas de Vezozzo na hotelaria e na ação social que desenvolve na cidade de Cambará, com o Instituto Bourbon.  Ao receber a homenagem o fundador da Rede Bourbon agradeceu a família e a Deus por todas as conquistas e enfatizou a importância de fazer o bem em todas as áreas da sociedade. “Fazer o bem através da hotelaria, através do Instituto Bourbon, através da escola, fazer o bem seja ele onde for”, finalizou o fundador. A família Vezozzo prestigiou seu patriarca nesta noite tão importante. Assinatura Homenagem  Abraço Alceu e Laila Vezozzo - Foto Jader Rocha  Alceu Vezozzo, Ana Amélia Filizola e Glau

COLUNA SOCIAL - Edição CCCXII

D E S T A Q U E