Pular para o conteúdo principal

2.º PASSEIO CICLÍSTICO POOWER CATS - Na ITAIPU BINACIONAL


Os participantes puderam contemplar o pôr do sol e a noite de lua cheia na usina. Pôr do sol, lua cheia, clima agradável e barragem iluminada. O 2º Passeio Ciclístico Poower Cats, que aconteceu na Itaipu, foi uma experiência única para aproximadamente 400 participantes.A pedalada noturna pela usina ainda rendeu quase uma tonelada de alimentos não perecíveis, que serão doados às instituições Um Chute para o Futuro e Centro de Nutrição Infantil – ambas de Foz do Iguaçu. Foram cerca de 20 quilômetros sobre duas rodas.Da Barreira de Controle, o grupo seguiu em direção ao Porto Kattamaram, voltando pela barragem de terra e enrocamento, até o Mirante Central, onde foi feita uma parada para assistir à Iluminação da Barragem e fazer o sorteio de brindes, além de se refrescar com uma mesa de frutas. Depois, os ciclistas pedalaram até o Parque Tecnológico Itaipu e retornaram à Barreira de Controle, o ponto de partida.O evento foi organizado pelo grupo iguaçuense Poower Cats, com o apoio de diversas entidades – entre elas, a Itaipu. O objetivo foi incentivar a prática da atividade física e a solidariedade.

Principais apoiadores:
Itaipu Binacional - Sanepar. - Super Muffato. 100% Açaí - Bike Center - Miami Bike - Super Bike - Capobianco Spa - Bike Correa - Top Speed - Divisa Veículos  - Equilibrio Gastronomia - Diva Mag - Seletto - Salão Alisson Costa - Frutamil


Agradecimentos especiais:
A todos os participantes. que além de nos brindar com suas presenças, tornando o evento um super sucesso, nos deram cerca de uma tonelada de alimentos, que servirão para fortalecer projetos importantes na área social de nossa cidade, MUITO OBRIGADO!!!

Facebook
Poowercats

Instagram
@poowercats

What´s app
+55 45 999 330 002

Postagens mais visitadas deste blog

COLUNA SOCIAL Foz em Destaque - Edição CLXXI

  DESTAQUE DO DIA

Amigas de Das Graças promovem rifa de jóias em apoio ao trabalho e memória da colunista social e fotógrafa

Tudo começou ainda durante a pandemia. Com os trabalhos do filho Marco Antonio pautados em eventos e turismo, as dificuldades claro bateram na porta, e além da venda de um dos automóveis que a família tinha, algo mais precisava ser feito para quitar os compromissos e dívidas inerentes de um ano praticamente sem trabalho, em casa, Das Graças e seu filho Marco. Este grupo de amigas conta que mesmo em vida, Das Graças pensava em usar as joias para ajudar nas despesas domésticas e de saúde. No entanto, a saúde da colunista se agravou e sobreveio o internamento e a cirurgia.  Pensando em se desfazer de alguma forma de peças de joias que tinha enquanto presente nas festas de nossa sociedade, Das Graças acionou sua estimada amiga, Sílvia Rodrigues, para que a ajudasse na empreitada, o que foi de pronto atendida.  As joias -  As três peças que serão rifadas, eram relíquias da família  que ela ostentava nas grandes festas da sociedade que participava, ao longo da gloriosa carreira de colunismo

COLUNA SOCIAL Foz em Destaque - Edição CLXXVIII

DESTAQUE DO DIA Aniversários